VARIEDADE NA DIETA

Atualizado: 21 de Set de 2020



Sou um enorme crente do poder da comida. A possibilidade de nutrirmos o nosso corpo com alimentos variados e de qualidade será uma mais valia para o nosso desenvolvimento, seja a nivel de ganho de massa muscular, seja a nivel de perda de gordura ou simplesmente para nos sentirmos bem, saudáveis e enérgicos. A diferença na escolha dos alimentos, de fase para fase, na verdade, não muda muito. O que acaba por mudar são justamente as quantidades usadas.


De 6 comidas que tenha durante o dia, separadas por um horário de 3 horas entre elas ( mais ou menos) procuro ter variedade entre elas. Tal permite-te evitar a possível criação de intolerâncias advindas da repetição do mesmo alimento. Vou-vos dar um exemplo daquilo que eu como em termos de variedade no mesmo dia e que tem vindo a ser minha base há cerca de 15 anos ( que foi quando comecei a alimentar-me com um propósito)


Primeira comida, geralmente tenho creme de arroz, aveia e apenas em algumas ocasiões Pão. Não tenho nada contra o pão, mas não é definitivamente uma escolha que considere optima. Não pelo índice glicémico do mesmo, não pelo sal, nada que encontres escarrapachado na internet. Uma vez atinginda uma determinada condição ( percentual de gordura baixo) consegues ter uma percepção do efeito de cada um dos alimentos, pois nessas alturas o teu corpo está receptivo a tudo e os alimentos acabam por ter um efeito imediato no teu corpo. Nessas alturas eu acabo por testar o efeito que cada alimento tem em mim, ou no caso, com as pessoas com que estou a trabalhar. Pão, é um dos que, efetivamente parece causar alguma inflamação no corpo. Será do glúten? Não faço ideia, nem tenho como o saber pois há teorias para tudo e qualquer afirmação que faça sobre algum estudo estarei sempre a replicar o que alguém disse. Eu sou uma pessoa de experimentar por mim mesmo e retirar as minhas próprias conclusões. Da mesma forma que os lacticínios produzem um efeito semelhante no físico, e acreditem em mim, não preciso mais que um dia para perceber o impacto que cada alimento tem no aspecto visual do corpo. Deixaria o pão para uma fase de volume, por ser extremamente fácil de comer e obter hidratos de carbono do mesmo, mas optaria por retirar numa fase de corte. Tudo isto são afirmações generalizadas, haverá sempre excepções à regra.

Com a aveia ou o creme de arroz, tenho uma fonte de proteina que podem ser claras de ovo e ovos e/ou uma boa proteina em pó (isolada). Como fonte de gordura, escolho frutos secos e tenho por norma uma peça de fruta que tenha acção digestiva como o abacaxi ou função antioxidante como mirtilos. Tais alimentos permitem fazer papas, panquecas, ou "bolos fit" se houver paciência/conhecimento/tempo para.

Nas 5 comidas que se seguem, irei fazer as varias combinações de modo a obter sempre uma fonte de proteina ( bife de atum, salmão, perca, pescada, bacalhau, peito de frango, peru, vaca, camarão, polvo, dourada, cavalo, proteina em pó), uma fonte de hidrato ( arroz do mais diferentes tipos, batata doce ou inglesa, tortas de arroz, tortas de milho, quinoa, cuscuz, massa integral ( mais em fase de volume)). Incluiria aqui também 1 a 2 peças de fruta. E uma pequena porção de legumes ( 100gr) em pelo menos 4 comidas do meu dia.

Como fonte de gordura tenho por hábito usar oleo de linhaça, azeite, frutos secos, abacate)


Olhando para as opções, facilmente se percebe que a dieta só será monótona se eu quiser. Abraçar este estilo de vida, significa aprender a gostar de fazer dieta. E quando falo em dieta, não falo de restrição. Falo da escolha inteligente de alimentos saudáveis, primando pela variedade. Além da escolha dos alimentos, a forma como os confeciono vai trazer ainda mais variedade à dieta, basta que se tenha o mínimo de noção de como cozinhar cada um de forma diferente, sem acrescentar outros alimentos para tal. Exemplo, a batata doce pode ser cozida, pode ser assada, pode ser "frita" na air fryer e pode ser inclusive ser usada como base para uma panqueca. A carne de vaca, posso comer em bife, posso comer em forma de carne picada, ou em formato de hambúrguer ( desde que seja 100 por cento carne). Ao pequeno almoço, posso ter panquecas, posso ter papas, usando exatamente os mesmo ingredientes.


Como em tudo na vida, tudo que for feito com gosto, e com especial atenção ao que se está a fazer, o resultado será sempre algo delicioso, por quando me perguntam qual a minha perdição quando estou em restrição, ou o que me vem à cabeça comer quando tenho mais fome, eu respondo que: "seria a minha próxima refeição, é essa a comida pela qual anseio".



P.s.

Também gosto, quando me é permitido, uma vez por semana, comer sushi e como sobremesa, laolao.




  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTACTO: 910 770 088

INSTAGRAM:

TIAGOT3© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR DISAINE

POLÍTICA DE COOKIES