QUIMICA - BREVE INTRODUÇÃO

Atualizado: 18 de Dez de 2020

Fiquei muito reticente em iniciar este separador onde falo abertamente de um assunto tabu, uma vez que a informação controversa é passível de ser mal interpretada, aliás não só a informação controversa. De uma forma geral, o ser humano interpreta como quer interpretar, com base nas suas experiências passadas e na própria opinião formada a respeito do assunto. Estamos demasiado ocupados a defender os nossos pontos de vistas que nos esquemos que são apenas isso ( nossos). A discussão dos mais diferentes temas é sempre bem vinda na minha opinião. Partilhar diferentes perspetivias pode-nos enriquecer se soubermos filtrar toda a informação que nos chega e olharmos para ela sob a forma de factos reais separados da subjectividade da lingua que os profere.

Como em tudo que escrevo e falo, gosto de ser concreto, direto e sem palha. Nao quero fazer perder o teu tempo, nem quero perder o meu. Tudo que escrever aqui é apenas e só baseado no que faço. Se é o correto ou não, cabe me a mim julgar. O objectivo é abrir um pouco aquilo que é um tema tabu, um tema proibido, não com o objectivo de influenciar alguém a tomar o que quer que seja, mas sim para alertar para um uso consciente caso tenhas tomado a decisão de seguir por este caminho. O uso de qualquer substância é inteiramente da responsabilidade de quem consome. Há tanta informação espalhada, ou tanta desinformação devo eu dizer? Vejo curiosos a dar mau nome a essas subtancias e consumir as mesmas como se de água se tratassem. A filsofia de “quanto mais melhor” está proliferada em tudo quanto é desporto. A busca pelo topo, pela perfeição, pela competição e pelos primeiros lugares tornou-nos um bocado cegos para o que estamos verdadeiramente a pagar. E toda esta opinião poderia ser diferente se eu não tivesse estado desse lado já. Mas tenho uma novidade para vocês, mais não é melhor. Seja em que parametro for! Criei a minha marca com essa ideia bem fixada na minha cabeça. T3, poderia ler o nome de um medicamento para a tiróide como muitos acharam, mas representa a triade perfeita entre corpo, mente e alma. Esse equilibrio que procuro e tento incutir nos meus atletas combate essa ideia de que mais é melhor. O equilibrio sim é melhor!

Vejo pessoas a entupir-se de drogas numa tentativa repetitiva e desesperada de adicionar alguns kg de massa muscular. E para meu grande espanto, a não darem qualquer importancia ao que comem e ao que treinam. Não te enganes, tomar qualquer substânica não te vai facilitar o processo. Se não tiveres a organização suficiente para comer seguindo um regimento adequado ao teu objectivo, se não souberes treinar, tudo isso não passará de kgs ganhos em água ou gordura, alguma ginecomastia feia e a alguns confrontos pessoais com pessoas que te querem bem entre outros males que estão associados. Se fores mulher, corres também grandes riscos de perder aquilo que te caracteriza como um indiviudo do sexo feminino, podes ficar com uma voz de menino, coberta de acne, retenção e uma enorme depressão. Portanto muito cuidado meninas. Estou neste meio há cerca de 11 anos, já vi coisas que preferia não ter visto. Algumas pessoas tomam as decisões de livre e espontânea vontade, estão a par das consequências e escolhem pagar esse preço. Não são essas pessoas que me preocupam. As que me preocupam são as que são levadas a cometer tais actos sem terem a mínima noção de onde se estão a meter nem como vão sair dali. Muitas vezes não percebo se a pessoa que prescreve determinadas dosagens é mesmo ignorante, destemida ou tem apenas vontade de fazer mais dinheiro.

Como treinador, a minha preocupação maior será sempre a longevidade e saúde do meu atleta. Não coloco nenhuma taça ou ambição desportiva á frente daquilo que considero os nossos maiores bem preciosos, tempo e saúde. O crescimento muscular e a definição, tanto em homem como em mulher têm que vir á custa do treino e da dieta. O papel dos anabolizantes acabar por ser em fases de volume, garantir uma maior sintese proteica,rendimento e recuperação maior- Por outras palavras, eu tomo determinada substancia para conseguir treinar mais e recuperar melhor. Em fases de corte/ definição, o papel da substancia será de manutenção de massa muscular, uma vez que a restrição, a fraca capacidade de recuperação associada a uma dieta restrita pode colocar em risco aquilo que tanto demoramos a construir. Esta é uma visão simples mas que é a base da minha compreensão.

O corpo tem uma capacidade limitada de absorção de tudo que tentamos colocar nele. Seja comida ou anabolizantes, cada pessoa tem o seu limiar de tolerancia e usualmente o nosso corpo dá-nos sinais de quando estamos a transpor esse limiar. Para quê carregar o corpo com 4 garrafas, se ele só consegue levar uma?

Em vez de olhares para estes textos como algo que te pode guiar na prescrição, olha para ele antes como algo que te fará pensar se vale realmente a pena seguir por este caminho. Pois uma vez iniciado, não podes voltar atrás. Porque? Perguntas tu.

Porque se habtiuas o teu corpo a ter um determinado nivel de testosterona, tudo que constróis vai ser com essa dosagem de combustivel no corpo. O que achas que vai acontecer quanto parares de ter essa mesma dosagem? Na maior parte dos casos, tudo retoma ao que estava. Mas nem sempre acontece assim. Na altura em que fui expulso de uma federação por falar abertamente deste tema, fui presenteado com 2 anos de suspensão, pelo que aproveitei para estar 1 ano sem tomar qualquer anabolizante e na verdade todo o meu aspecto se manteve. Consegui manter o peso de 103 kg durante esse ano todo o que me levou a pensar que todos os anos anteriores me deram essa massa muscular consistente que não era construida pela substancia x ou y, mas sim pelos anos de treino consistente, dieta e descanso. Desde que iniciei a minha jornada neste mundo, nunca tive mais de 1 semana sem treinar, e se estive foi porque era benefico para mim, não porque quis. Se no espaço de 1 ano eu tivesse falhado 4 refeições, seria muito. Portanto, isto reforça a minha ideia que a substancias só vieram melhorar aquilo que já era uma boa base!

Hoje em dia vejo pessoas que nunca pegaram num peso na vida, nunca fizeram dieta, mas já compraram dianabol porque um amigo lhes disse que era bom, para não falar que o objectivo delas é competir. “È o sonho delas!”

Não me admira que haja tanta obscuridade á volta deste tema, pois há coisas que são mesmo de preocupar, mas se continuarmos a esconder a realidade, ela não vai mudar. O pior venero é a ignorânica e essa podemos encontrar em qualquer lado sob as mais diversas formas! Então o meu propósito é, alertar te para tudo que há de efetivamente mau, e se ainda assim decidires seguir em frente, então ao menos sê consciente!

Vi pessoas endividarem-se para pagar estas substancias, tiraram da sua familia para sustentar este vicio. Deitaram casamentos para o lixo, despediram-se, arranjaram conflitos desnecessários, afastaram pessoas, tudo em prol da tao desejada massa muscular. E falo por experenica própria no campos dos relacionamentos, nem sempre tive o discernimento de perceber quando estava alterado, das palavras que proferia e que estariam melhor guardadas na minha boca, das pessoas que afastei por estar tão embassado na minha visão daquilo que era o melhor para mim. Dá-nos uma sensação de falsa segurança, de individualismo, egocentrismo, egoismo, e todos esses “ismo” que nos fazem pensar que não precisamos mais nada nem ninguém. E esses efeitos tendem a aumentar com a sobredosagem.

Procurei ser sempre acompanhado, não só para aprender, mas também para garantir que não pisava nenhuma linha que pudesse estragar a minha saude. Efetivamente entregamos a saude a pessoas que estão-se bem a borrifar para ela e paguei bem caro, não só em termos monetários como em termos de efeitos secundários. Experimentei tudo que havia para experimentar, testemunhei em primeira mão aquilo que devo e aquilo que não devo fazer. Apanhei alguns sustos, tive alguns desgostos, mas tudo isso me deu a claridade que tenho hoje e a capacidade de resolver problemas, seja de disfunção erétil, seja do cuidado com a sanidade mental, de problemas relacionado com as flutuações que as hormonas podem ter. Como deves calcular, experimentei todos os efeitos secundários que haveria para experimentar e se por um lado me deram voz para falar hoje, também consigo perceber que ter acesso a um manual como este poderia me ter “salvado” imensas vezes. Não precisamos bater num carro para saber que aquilo nos vai amassar certo? Aqui acontece o mesmo, não preciso passar pelas coisas para aprender se outra pessoa já fez esse caminho e pode partilhar comigo a sua experiencia, baseada em factos!!

Gostava muito de poder contar com o apoio médico, fazer analises sem ter que pagar balurdios, ter acesso ao meu perfil hormonal sem ser julgado por tal. Gostava muito de poder mostrar as analises a um médico e discutir de igual para igual qual seria a melhor estratégia, qual seria o melhor caminho. Infelizmente tal não acontece pelo que procurei seguir o caminho da tentativa e erro.

Repara, uma vez que comeces a mexer no teu eixo hormonal, há muita coisa a ter em conta. Se tomares mais dose de uma determinada substância que o teu corpo consiga absorver e converter no produto final, maior é a probabilidade de ela se converter em algo que não queres tanto e que não te aproxima do teu objectivo.

  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTACTO: 910 770 088

INSTAGRAM:

TIAGOT3© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR DISAINE

POLÍTICA DE COOKIES