Hipertensão arterial e actividade física


Este tem surge no seguimento de uma das perguntas colocadas na caixinha de instagram. Há conceitos que requerem actualização e que requerem estudo constante, não só para avivar a memória, mas também para percebermos o que diz a literatura actual.

A pergunta era referente à possibilidade de treinar sem limitações com peso, tendo sido diagnosticada Hipertensão alta (HA) e tendo histórico familiar de doenças coronárias.


Vou-vos deixar em primero lugar uma tabela que foi lançada em 93 e que se encontra ainda actualizada.



Portanto por aqui conseguimos perceber há, que não haverá uma resposta generalizada. È preciso perceber em que intervalo se encontra a pessoa e a partir daqui avaliar também aquelas que são as doenças associadas à hipertensão. ( Diabetes, Colesterol alto, insuficiência renal, etc)

Além dessa anamnese é importante identificar os hábitos de vida da pessoa. Dieta, stress, sedentarismo, peso, ingestão de álcool, drogas, ingestão alta de sal etc


Nestes casos, quando encontrada a causa, deverá actuar-se no sentido de tratar o mal pela raiz. A mudança de hábitos, parece me ser a opção mais viável, antes de pensar em soluções medicamentosas. Os hábitos englobam o treino aeróbio, treino anaeróbio, dieta ajustada, ingestão continua de electrólitos, redução de estimulantes, meditação, hábitos de equilíbrio interior que abrange uma gama muito vasta.


Mas onde me quero focar hoje é nas pessoas que ja são medicamentadas e que possuem também bons hábitos de vida saudável ( abrangendo tudo o que foi falado antes).

Temos 2 tipo de exercícios fisico. O aeróbio e anaeróbio, o que os distingue acaba por ser a intensidade e por consequência a utlização de oxigénio ou não.

È conhecido que qualquer tipo de exercicio tem um efeito hipertensor durante o mesmo. Tanto a pressão sistólica como a pressão diastólica aumentam durante o exercício mais intenso, contrastando com o exercício aeróbio ligeiro, cuja pressão diastolica se mantém. O exercício aeróbio ligeiro tem um efeito hipotensor após o seu termino e que se mantém por 2 a 3 horas. Não ha efeitos de redução da Pressão arterial crónicos associados ao mesmo, somente se a causa estiver nas doenças/ causa mencionadas. Nesses casos, tem um benefício indireto, sendo um forma de tratar a causa.


Quando maior for o débito cardíaco, maior será a pressão. Isto está directamente associado ao peso do indivíduo/ massa muscular e à intensidade do mesmo.


O que é preciso perceber é como é essa resposta hipertensiva ao esforço, que acaba por ser individual. Partindo do principio que o indivíduo usa medicação, a usa pressão arterial está controlada, a resposta hipertensa ao esforço será também reduzida devido a essa medicação, pelo que só em situação de esforço poderemos perceber qual o limite que não deve ser ultrapassado. Tive dificuldades em encontrar a tabela que me dá a margem de aumento da pressão, de modo a considerar "seguro" ou "risco" determinada intensidade.


Nos diferentes livros que pesquisei, todos me pareceram ser consensuais na proibição do treino de pura força. Falando de exercicios máximos,

Mas que um treino de hipertrofia poderá ser feito, dando prioridade ao numero de repetições/volume de treino. Falamos aqui de esforços submáximos.


Também foram consensuais na medida que o exercício é extremamente importante na prevenção e no tratamento da hipertensão, dando maior importância aos exercícios aeróbios (endurance) tendo um efeito hipotensor a seguir ao treino, um aumento da sensibilidade á insulina, uma excreção de sódio, diminuição do tonús simpático , diminuição das resistências vasculares periféricas entre outros.


A minha conclusão é que, sim é possível o treino com pesos com vista a hipertrofia sim, mas nao fazer treino de desenvolvimento de força máxima. È importante fazer uma prova de esforço ( medicado) e saber até que ponto a resposta hipertensiva se faz notar, tendo que haver aí o bom senso da parte do médico e perceber o máximo "seguro" para juntamente com um treinador, serem definidas intensidades suportáveis. Em conjugação deve haver um trabalho aeróbio associado e claro está, uma dieta ajustada. Para isso terão que ter acesso a um bom médico que não se prontifique a proibir o exercício, por falta de conhecimento ou vontade de ajudar.




  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTACTO: 910 770 088

INSTAGRAM:

TIAGOT3© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR DISAINE

POLÍTICA DE COOKIES