ABC da fisiologia do exercício aplicada à musculação

Meus caros, temos nos nossos músculos 2 tipos de fibra. Fibra lentas e fibras rápidas, tambem categorizadas como fibras do tipo 1, e fibras do tipo 2. As que me interessam abordar são as fibras do tipo 2, cujo o potencial de hipertrofia é maior. E como pessoas ávidas com massa muscular que somos, queremos fazer as coisas da forma mais efetiva possível. Dentro das fibras rápidas temos 3 tipos de classificações, das quais 2 estão bem estudadas e compreendias.


Tipo 2a

tipo 2b


Fibras do tipo 2a têm um potencial de crescimento menor e são activadas em reps altas e participam no intervalo de reps de 4 a 12 reps caso a série não seja levada á falha.

Fibras do tipo 2b são as que interessam mais ao culturista e são usadas em esforços entre 4 a 12 reps em que se atinge a falha muscular.


portanto atingir a falha muscular é crucial para o aumento de massa muscular.

o uso de cargas pesadas ( algo que é sempre ajustado a cada individuo) é o que vai permitir atingir a falha nesse intervalo de repetições.


Algo que eu costumo fazer como vocês ja devem estar carecas de saber é fazer 2 a 3 séries de aquecimento entre 6 a10 reps, sem ir a falha. Tal vai recrutar as fibras do tipo 2a e vai me dar também uma congestão brutal e preparar o corpo/musculo para o esforço final que se vai concretizar com 2 a 3 séries de trabalho. Essas series de trabalho eu defendi sempre que deveriam ser pesadas e que apenas na ultima série deveríamos ir a falha. Hoje mantenho a posição em relação às cargas mas ja acredito que se consiga fazer as 3 séries à falha sem prejudicar o rendimento entre elas. O que se deve ter em conta é que o tempo de descanso terá que permitir a recuperação ( ressintese de ATP). Portanto isso poderá ir até 3 minutos se falarmos de movimentos como agachamento, peso morto... Dando o devido timing de recuperação consegue-se usar boas cargas nas 3 séries, indo a falha.


Aceleração controlada do movimento, mantendo uma conexão forte com o músculo e com carga pesada é. acredito eu, o segredo para uma hipertrofia optimizada.


Nesse ponto, o uso de creatina é uma mais valia, pois suporta esse tipo de esforço maximo/sub maximo, trabalhando com o ATP, permitindo um fornecimento energético durante 15 seg. Tudo que durar mais tempo que isso, ja vai incluir a via glicolitica.

Essa via glicolitica vai buscar energia sob a forma de glicose ao sangue ( advindo de uma refeição anterior) ou ao glicogénio muscular.

  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

CONTACTO: 910 770 088

INSTAGRAM:

TIAGOT3© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESENVOLVIDO POR DISAINE

POLÍTICA DE COOKIES